7 de nov de 2009

A Viagem

Neste momento estou de malas aviadas para mais um seminário de Kyusho.

Por isso, provavelmente enquanto estão a ler esta postagem, devo estar sobre o Atlântico ou então na pior das hipóteses, devo estar deitado a apanhar sol nas Caraíbas.

Pelo meu registo (não muito fidedigno) esta é (pelo menos) a minha actividade número 100.

Pelos meus apontamentos, ando nesta vida de "Gipsy" desde 1986, recordo-me como se fosse ontem, do meu primeiro estágio (Karate) com o Sensei Onaga.

Grande estágio, grande Mestre, grandes tempos.
O Sensei Onaga vai estar presente em Portugal nos dias 2, 3, 4 de Novembro, quem o trás cá é o Sensei Armando Inocentes (karatept).
Infelizmente não vou poder estar presente, no entanto a Kaizen vai estar representada com o outro Sensei Ramalho, o Zé e seus "Muchachos".

Adiante...

Depois de 100 estágios/seminários dá-me um sentimento de nostalgia, lembro-me perfeitamente de grande parte, se não todos, dos instrutores com quem treinei.

Sensei Abílio (o meu Mestre, aquele que me ensinou as bases do Karate)
Sensei`s Higaonna e Jorge Monteiro (as pessoas que mais influenciaram o meu Karate).

E depois:
Jorge Andrews, Ernie Molineux, Matsuyama, Kokubo, Terauchi, Teruo Chinen, Bakkies Laubcher, Tetsuji Nakamura, Eric Larson, Leon Pantanovich, Lipinski, ...

Os meus parceiros de viagens nacionais e internacionais.

Nesta fase da minha vida, não me posso esquecer de duas pessoas que me ajudaram e ajudam na minha procura de qualquer coisa, no meu "Do":

O meu amigo Ricardo Gama, sempre que se falar de Kyusho em Portugal o nome dele, vai estar gravado, foi ele que trouxe o Kyusho (esquematizado) para Portugal.

O Mestre Evan Pantazi, essa "Enciclopédia" das artes marciais, aquele que me faz sentir que tenho de fazer mais 100 para lhe chegar aos calcanhares.

Enfim, depois dos USA, no fim-de-semana seguinte, vou estar em Birmingham para treinar com o Sensei James Rosseux.

Depois...depois vou procurar casa, porque quando chegar ninguém me vai reconhecer.

Humm...

Será que no trabalho se vão lembrar de mim? Se calhar não, Humm... Afinal não vai ser assim tão mau.

PS.
JC uns vão para San Sebastian, outros vão para Miami...
Diverte-te com os gajos mais antigos da Península Ibérica, enquanto eu bebo umas margaritas à beira mar com umas nativas locais. LLLOOOLLL.
Para o ano o Akira é nosso ;).

O pessoal pode acompanhar as aventuras e desventuras no meu Twitter.