13 de nov de 2008

Rescaldo da Convenção

Acabada a ressaca da Convenção Internacional de Kyusho, ainda estou a tentar digerir a informação que adquiri durante este fim-de-semana.

Tantas ideias, tantos conceitos e por incrível que pareça não fiz um único treino com o Mestre Pantazi!

Sorry!!!!

No final da Convenção pedi-lhe desculpa, ao que ele me respondeu que me perdoava, pois este ano já tinha treinado com ele em Barcelona, Madrid e Lisboa.

Esta Convenção teve um formato completamente diferente de todas as outras. Quatro salas a trabalharem ao mesmo tempo, sempre com diferentes instrutores e pela primeira vez dois instrutores portugueses estavam no quadro de formadores.

As minhas escolhas durante o fim-de-semana foram:

1º Dia
Arturo Umaña;
Trabalho de “Balance points”. Apenas posso dizer que este trabalho foi excelente, demonstrou um grande conhecimento de energia e biomecânica, todo o trabalho foi baseado no trabalho de Daito-Ryu Ju-Jutsu.

Maurizio Degano;
Nesta sessão trabalhou-se Yoseikan Budo. A importância dos “Sutemi Waza” e como tirar proveito do Kyusho para trabalhar dentro do “primeiro segundo”.

João Ramalho
Pois é, o menino esteve 45 minutos “agarrado” a uma sessão de Defesa Pessoal para Forças de Segurança, com uma audiência de cerca de 30 pessoas, lá mostrei o meu método e a minha visão.

Cody Robin
Durante um intervalo, o Mestre Pantazi veio ter com um grupo de 4 instrutores e mandou-nos fazer um treino privado com este “Jovem Instrutor”. Para mim esta foi a maior surpresa do evento. Que grande instrutor, grande onda, grande determinação, o treino foi de PL-2, amigos… estamos apenas no começo, sinto que tenho de trabalhar muito até à próxima convenção.

Mark Kline
Nesta sessão treinou-se posições de Katas, transições de posições, a aplicação do Neko-ashi dachi, Motto dachi, muitas projecções.

Gary Rooks
Bem, palavras para quê? Não é à toa que quando este senhor fala, até o Mestre Pantazi, sim, até ele, vem à sala para o ouvir. Este treino tinha o título de “Crazy Things”. Creio que para a maioria dos “Tugas” que andam nestas andanças, este é o homem que gostaríamos de ver em Portugal num futuro recente, no entanto, acho que nós “simples mortais” não estamos ainda preparados…

2º Dia
Jim Corn
Bem, apesar de ter uma certa admiração pelo GM Rooks, este é o Mestre que enche as medidas a todos os “Tugas”. Poderoso, “straight to the point”, demonstrando que o Kyusho é muito bem aplicado em defesa pessoal, não é a toa que todos (Pantazi, Rooks, Kline e os outros) o consideram como o grande mentor. Se calhar por ser o mais graduado de todos.

Luca Frasier
“Seiyunchin”, esta aula era simplesmente uma aula para tirar umas dúvidas e matar uma certa curiosidade em relação a estas aplicações. Foi a surpresa do dia, vai me ficar na memória a cara e a expressão de um “Tuga” da linha dura, “f… nunca tinha sentido nada assim, nem o Mestre Pantazi me tinha tocado assim”.

Xavi Vila
“Preventive Positions”, “devia” este favor a um dos galardoados do Ano (Student of the Year). O Mestre Xavi, demonstrou uma série de conceitos e estratégias de defesa pessoal, valeu muito a participação nesta aula.

João Ramalho
Pois é… mais do mesmo, desta vez para dar uma aula “privada” aos responsáveis (2) da academia da “Polizia Nazionale de Itália”, com direito a filmagens e fotografias. Ficou para trás “Red Hand Chi Gong” com o GM Rooks e o “Entering the Body” com o Mestre Pantazi.

Apenas posso dizer isto…
“Only a Martial artist know the feeling”

Para terminar, este fim-de-semana (Domingo) vou estar nas Caldas da Rainha, quem quiser provar um “cheirinho” do que se deu… apareça.

Falar de Kyusho no sofá é fácil…